COMO TRABALHAR O PROCESSO CRIATIVO

by - 18:26

Quem nunca teve bloqueio criativo no momento em que mais precisava? Bate logo aquela bad, você pensa que tudo está perdido e o drama começa. Foi exatamente por isso ter acontecido comigo enquanto tentava produzir esse novo post pro blog, que decidi compartilhar com vocês algumas coisas que me ajudam bastante nessas horas.



Pra quem não sabe, sou estudante (do 4º semstre) de Design de Interiores, e nesse post vou apresentar algumas técnicas que ajudam muito no processo criativo e uma ferramenta muito utilizada por (mim) estudantes e profissionais de todas as áreas do Design: o Moodboard. E como o seu conceito pode ser utilizado em várias outras áreas. 

O moodboard é um painel de referências, geralmente visuais, feito de forma manual ou digital, para organizar ideias, definir estilo, e criar foco, representando a atmosfera desejada de um projeto.





Existem várias formas de produzir um moodboard: fazendo colagens, posicionando o material de referência em uma bandeja, criando pastas com fotos no computador ou celular, e em plataformas online, que é a forma que eu mais tenho aderido.
Eu sempre utilizo o Pinterest, que é uma ferramenta perfeita se você precisa de muitos painéis de inspiração, de forma rápida, prática, e o melhor de tudo: gratuita. Basta fazer uma conta, e criar uma pasta/painel, que pode ser público ou privado e haver mais de um colaborador. Eu sempre uso os meus painéis de forma compartilhada com o meu grupo de trabalhos/estudos.


Mas afinal, como resolver os problemas de bloqueio? Vou mostrar pra vocês um pouco de um artigo que encontrei no site #VÁMAISLONGE, que listou 12 Técnicas Para Liberar o Processo Criativo, listando os itens que mais gostei.

#1 - Ouça música:
No meu curso a gente aprende que Design tem que atingir os cinco sentidos, e a música sempre completa a mensagem que o projeto quer passar, então eu sempre trabalho meu processo criativo ouvindo música.

#2 - Medite:
Não precisa ser a meditação em si, mas usar a ideia que ela passa. Reserve um tempo para relaxar, e deixar a vida fluir à sua volta. Não adianta tentar empurrar algo na sua cabeça a força.

#3 - Veja um filme:
Sou cinéfila assumida, mas não uso essa técnica como desculpa para ver filmes. Eu geralmente assisto de forma analítica, no meu caso em relação ao design, notando cenário, figurino, comportamento, etc. Mas não existe apenas uma forma de aproveitar essa dica, você também pode ver filmes inspiradores, eles sempre ajudam (no site da lista tem umas dicas legais).

#4 - Tenha uma conversa:
Troque ideias, não tenha medo ou vergonha de assumir que não está conseguindo fazer algo, todo mundo passa por isso. Talvez conversando com algum colega de trabalho/escola/faculdade, você consiga até perder inseguranças em relações a alguns assuntos onde essas pessoas tenham mais experiência.

#7 - Leia um livro:
Existem várias pesquisas que comprovam que a leitura estimula a criatividade. Se você está com problemas para produção de textos, essa dica é ainda mais valiosa.

Se você ficou curioso para ver a lista completa, basta clicar nesse link e conferir.


 E como utilizar a técnica de moodboarding nas áreas da vida, do universo e tudo mais?
Para produção de textos: faça um pasta, ou imprima, textos e redações que te agradam, e que fazem você se inspirar.

Para estudos de forma geral: faça painéis no seu local de estudo para colar artigos, conteúdos, e imagens que se referem aos temas estudados. Isso vai fazer com que sua memória fotográfica seja trabalhada.


E aí, vocês gostaram das dicas? Querem que eu faça um post com DIY's para montar seu próprio painel de inspirações no local de estudo ou trabalho? Comenta aqui em baixo, e não deixa de seguir a nossa equipe nas redes sociais. É só clicar na nossa foto aqui do lado. ;*

VEJA MAIS POSTS RELACIONADOS

0 comentários

Iaê, o que achou da postagem? Vem comentar!