Faculdade: Design de interiores X Arquitetura


Escolher uma carreira não é algo tão simples como parece, é uma decisão que vai refletir no resto de nossas vidas, então é preciso ter certeza do que você quer na hora de escolher o que cursar na faculdade. Mas calma, sem drama! É claro que nem sempre a gente tem essa certeza do que realmente quer e que muitas vezes na prática, acabamos nos decepcionando com algo que achávamos que queríamos e isso é normal, afinal a gente só vai ter certeza tentando, não é mesmo? 
De qualquer forma, é importante ter um filtro para selecionar as opções que mais se adequam ao seu perfil e aquilo que você espera. Para isso conhecer os cursos que você tem em mente é essencial, pois muitas vezes alguns não sabemos bem diferencia-los e acabamos por escolher o curso errado achando que é tudo a mesma coisa. Isso acontece muito com Arquitetura e Design de Interiores e é sobre isso que nós vamos falar.

Vou contar pra vocês como aconteceu comigo. Sou acadêmica de Design de interiores, mas quando estava terminado meu ensino médio - no finalzinho do terceiro ano, quando a ficha caiu e eu realmente precisava escolher uma profissão - comecei a pesquisar sobre alguns cursos e acabei me apaixonando por Arquitetura e Urbanismo, pesquisando mais a fundo percebi que eu tinha um ideia totalmente errada sobre o curso, sempre achei que fosse mais voltado pra exatas / #SoudeHumanas /, mas não é bem assim, tem sim a parte exatas no curso, mas não é tão presente quanto em uma engenharia por exemplo e varia muito de uma faculdade para outra. Saber disso, foi um grande incentivo para escolher arquitetura como profissão, além disso olhava as áreas de atuação de um arquiteto - me apaixonava por todas -  e entre elas estava o Design de interiores, ou como costumam chamar "Arquitetura de Interiores" e me interessei mais ainda pelo curso. Porém, comecei a pesquisar as grades curriculares de curso de Arquitetura e Urbanismo na minha cidade e vi que não haviam muitas disciplinas voltadas para interiores, eram duas no máximo e em algumas eram apenas optativas. Foi aí que descobri o Design de  Interiores, um curso que realmente forma profissionais para atuarem no mercado de interiores.

Antes que apareça algum arquiteto me xingando dizendo que arquiteto também pode trabalhar com interiores vou explicar. Arquitetos podem sim atuar na área de interiores, inclusive isso esta garantido na regulamentação da profissão de design de interiores que ocorreu este ano (2017) e que determina quais profissionais podem atuar na área e qual a formação necessária para isso. Porém, o que eu quis dizer é que o Design de Interiores não é tão abordado na arquitetura como no curso de Design de interiores, por isso que muitos arquitetos fazem uma pós-graduação em interiores para atuar na área. Portanto, se o seu objetivo é atuar como Designer de Interiores, a faculdade de Design de Interiores é o mais indicado pra você.

Mas qual a diferença no trabalho de cada profissional? O que é estudado em cada curso? Quais as áreas de atuação de cada um?  E qual é a diferença entre Arquitetura de Interiores e  Design de Interiores ? Vou explicar!

Arquitetura e Urbanismo



Concebe projetos de construção do espaço. Cabe ao  arquiteto projetar o espaços internos e externos da edificação ou do espaço urbano, coordenar obras e reformas desde a criação da planta à escolha dos materiais a serem utilizados, estudo e planejamento de projetos, execução de desenho técnico, elaboração de orçamento, execução de obras e serviços técnicos considerando características do terreno, iluminação, ventilação e ergonomia com foco na relação homem e espaço construído, buscando sempre maximizar a interação do projeto com seu entorno e a melhor interação do mesmo com o homem.

Design de Interiores


Concebe projetos para espaços internos, e adjacentes da construção já existente, prezando sempre pela ergonomia, designando materiais e revestimentos, concepção de layout, especificação e/ou projeto de mobiliário, projeto de iluminação, projeto de paisagismo e decoração do ambiente. Preocupando-se em harmonizar cores e texturas e sempre alinhando funcionalidade conforto e estética, respeitando sempre a arquitetura e as características do espaço construído , tendo em vista que o design de interiores não está apto a fazer modificações na obra física, ou seja nada de derrubar parede ou criar janelas, já que toda alteração estrutural precisa passar por um profissional de arquitetura ou engenharia civil.

Apesar das diferenças do objeto de estudo de cada um, a estrutura dos dois cursos é bem similar. Suas grades curriculares são compostas por disciplinas Técnicas (desenho técnico e desenho de observação, computação gráfica, ...), Teóricos (história da arte, semiótica, ergonomia, ...)  e Práticas (disciplinas de projetos e maquetes), cada um com seu foco, é claro.

As áreas de atuação são amplas para ambos os curso. o profissional de Arquitetura pode trabalhar com projetos de edificações, urbanismo, paisagismo, interiores, reformas, gerencia de obras e outros.
Já o designer de interiores pode trabalhar com projetos residenciais, comerciais, corporativos, especiais (Hoteis, Spas, Boates ...), projetos luminotécnicos, paisagismo, cenografia, espaços efêmeros, criação e desenvolvimento de mobiliário e outros.

Arquitetura de Interiores x Design de interiores:


Apesar de se tratarem de conceitos diferentes, atualmente os dois termos são aceitos pela maioria para referir-se à projetos de interiores, mas vou explicar. Arquitetura de interiores trata-se do projeto arquitetônico em função dos espaços internos, o seja, a concepção da planta a partir da necessidade de espaços interiores. Já o Design de interiores lida com projeto de ambientes (layout, revestimentos, mobiliários e etc..)

Espero que tenham gostado, qualquer dúvida sobre o tema, escolha de faculdade, vida universitária é só perguntar aqui nos comentários que eu respondo com o maior prazer ;*      

VEJA MAIS POSTS RELACIONADOS

0 comentários

Iaê, o que achou da postagem? Vem comentar!